Adolescente suspeito de matar cinco pessoas em seis meses é apreendido em Gurupi

Polícia Civil acredita que ele era integrante de uma facção criminosa e realizou as execuções a mando do grupo. A Justiça determinou a internação dele em um centro para menores infratores de Gurupi.

Um adolescente de 17 anos que é suspeito de pelo menos cinco assassinatos ao longo de um período de seis meses foi apreendido pela Polícia Civil em Gurupi. A investigação é da 3ª Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (3ª DHPP). Segundo a polícia, os crimes foram entre setembro de 2020 e fevereiro de 2021, os nomes das vítimas não foram divulgados porque a apuração ainda está em andamento.

O menor é apontado como integrante de uma facção criminosa e teria cometido as execuções por ordem do grupo. Ele foi encontrado na própria casa, no bairro Nova Fronteira, e estava armado no momento da apreensão. O adolescente vai responder por atos infracionais análogos a homicídio e porte ilegal de arma de fogo.

A investigação começou em novembro do ano passado, quando os policiais civis perceberam semelhanças no modo de execução em uma série de homicídios na cidade. Na época, o adolescente chegou a ser apreendido, mas tinha sido liberado. Agora, a Justiça determinou a internação dele.

A DHPP disse que a principal hipótese é que ele tenha relação com quatro homens que foram presos no dia 20 de janeiro de 2021. Segundo a polícia, todos fazem parte do mesmo grupo e um dos detidos em janeiro era o responsável por fornecer as armas utilizadas nos crimes.

A Polícia Civil informou que vai concluir os inquéritos em que houve participação do adolescente no prazo de 30 dias. O adolescente foi recolhido ao Centro de Internação para Menores Infratores de Gurupi, onde permanecerá à disposição do Poder Judiciário.

A operação que levou à apreensão dele foi chamada de ‘Maquinista’. O nome faz alusão ao fato de que todas as vezes que o grupo queria executar alguém, seus integrantes jogavam em grupos de WhatsApp e também redes sociais que ‘o trem bala estava na pista’. O adolescente apreendido se identificava nas redes sociais como o ‘maquinista’ do trem.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui