Começa o julgamento do suspeito de assassinar namorada e deixar corpo debaixo de ponte em Gurupi

Adriana Silva Sales de Souza, de 20 anos, foi encontrada morta em fevereiro do ano passado após passar dias desaparecida. Homem confessou assassinato e está sendo julgado por feminicídio.

Está sendo realizado nesta quarta-feira (9) em Gurupi, na região sul do estado, o julgamento de Mário Breno Rodrigues Lopes, acusado de feminicídio contra a namorada Adriana Silva Sales de Souza, de 20 anos. O crime aconteceu em fevereiro de 2020 e o corpo da vítima foi encontrado debaixo de uma ponte após ela fica dias desaparecida. O homem confessou o crime.

O julgamento começou por volta das 9h no fórum da cidade. Devem ser ouvidas seis testemunhas, três de acusação e as outras convocadas pela defesa. A previsão é de que o julgamento termine durante a tarde desta quarta-feira (9).

As investigações sobre o caso apontaram que Adriana Silva foi morta por asfixia na cabine de um caminhão, após receber uma mensagem do suspeito dizendo que queria conversar.

Segundo o Ministério Público do Tocantins (MPTO), a promotoria pediu a condenação de Mário Breno pelos crimes de feminicídio com uso de asfixia e meio cruel, ocultação de cadáver e corrupção de menores, pelo fato de ter solicitado a ajuda de um amigo adolescente.

A mulher foi chamada para um caminhão e, ao entrar, foi agarrada no pescoço por um adolescente que estava na parte traseira da cabine. Depois o namorado dela teria se juntado ao menor e amarrado os pulsos e o pescoço da vítima com uma linha de nylon.

O MPTO afirmou que o acusado esfaqueou Adriana nos braços. Como ela estava imobilizada, não conseguiu se defender. “Após os golpes, Mário Breno, com a ajuda do adolescente, passou a asfixiar a vítima utilizando-se das mãos e do cordão já enroscado no pescoço da ofendida, estrangulando-a até a morte”.

Depois do assassinato, o corpo da jovem foi enrolado em um lençol e levado dentro do caminhão até às margens do rio Gurupi, na zona rural do município.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui