Concurso da Polícia Militar tem altos índices de abstenção durante as provas objetivas

PM avaliou a etapa como "tranquila e dentro do esperado". Provas foram realizadas em 20 cidades e 163 locais de aplicação; veja as próximas etapas.

A primeira fase do concurso da Polícia Militar teve altos índices de abstenção neste domingo (6) durante a aplicação das provas objetivas. Segundo a PM, dentre os mais de 42 mil inscritos para as 950 vagas de soldado, 34,37% não compareceram aos locais de aplicação. Na categoria de praça da saúde, 54,63% não se apresentaram. Entre os candidatos da área de músicos o índice foi ainda maior, chegando a 60,90%.

De acordo com o balanço divulgado pela PM, outros 32 candidatos foram eliminados por descumprirem as normas estabelecidas no edital como no caso de uso de celular e relógios digitais durante a avaliação. Também houve registro de pessoas que usaram objetos proibidos, como canetas e garrafas confeccionadas em material não transparente.

A PM afirmou que nenhum desses casos prejudicou a aplicação das provas e a primeira etapa do cronograma ocorreu de forma “tranquila e dentro do esperado”. Também disse que não foi registrada nenhuma irregularidade em relação à segurança do processo seletivo nos 163 locais de prova, distribuídos em 20 cidades.

Ao todo o concurso oferece 1 mil vagas e teve quase 45 mil inscritos, considerando as três categorias. O gabarito oficial preliminar da prova objetiva e o padrão preliminar de respostas da redação devem ser divulgados nesta terça-feira (8) a partir das 19h.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui