Empresário é condenado a pagar R$ 20 mil após expulsar casal gay de hotel

Caso foi em dezembro de 2019, quando o casal foi até Araguaçu passar as festas de fim de ano com a família.

A Justiça condenou Joidson Bezerra de Araújo, dono do Hotel Vitória, a indenizar um casal gay em R$ 20 mil pelo crime de homofobia. O caso foi em dezembro de 2019 dentro do hotel, que fica em Araguaçu, sul do Tocantins. De acordo com os autos, Joidson Bezerra expulsou o casal por não aceitar que homossexuais se hospedassem no estabelecimento.

A decisão é desta quinta-feira (30). O juiz Fabiano Gonçalves Marques, da 1ª Escrivania Cível de Alvorada, escreveu na sentença que as provas do processo deixam “clarividente que as partes sofreram sim preconceito de ordem homofóbica. E não por parte do atendente que lá estava cumprindo ordens, mas por parte do proprietário do estabelecimento, ora réu”.

A situação foi às vésperas do Natal de 2019. O casal estava na cidade para passar as festas com a irmã de um deles. Eles já tinham realizado o check-in e feito o pagamento com cartão de crédito quando o problema começou.

Um funcionário informou que eles teriam que se retirar porque o dono do estabelecimento não aceitava homossexuais no local. Um dos clientes teria tentando argumentar e dito que a conduta se enquadrava em crime de racismo. O funcionário teria então concordado com que os dois permanecessem no local.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui