Polícia prende em MT suspeito de matar prefeito de Miracema do Tocantins

Assassinato de Moisés da Sercon foi há mais de dois anos. O suspeito tem 51 anos e seria um pistoleiro de aluguel.

A Polícia Civil prendeu um homem de 51 anos como suspeito de executar Moisés Costa da Silva, conhecido como Moisés da Sercon, em 2018. Na época do crime, o político era prefeito de Miracema do Tocantins. Segundo os investigadores, o homem preso é um pistoleiro de aluguel. Ele foi localizado nesta quarta-feira (3) em São José do Xingu, em Mato Grosso.

A Secretaria de Segurança Pública não divulgou o nome do suspeito. Além do crime contra Moisés da Sercon, o suposto pistoleiro teria envolvimento com outras execuções no Tocantins e também no Maranhão, onde inclusive já tem uma condenação. Ainda não há informações sobre quem pode ser o mandante do crime.

A SSP informou que o suspeito será recambiado para o Tocantins, mas ainda não foi divulgada a data de quanto a transferência deve acontecer.

Atualmente a prefeitura de Miracema do Tocantins é comandada por Camila Fernandes (MDB), que era casada com Moisés da Sercon na época do assassinato.

Entenda

 

No dia 30 de agosto de 2018 o prefeito Moisés Costa estava em Miranorte, cidade vizinha, e dispensou funcionários que o acompanhavam para fazer uma visita ao então prefeito do município Antônio Carlos Martins (MDB).

Os funcionários e ficaram aguardando o prefeito em um posto de combustíveis, mas ele não retornou. O corpo foi localizado horas mais tarde dentro da caminhonete dele em uma rodovia que liga Miranorte a Rio dos Bois.

Após a morte a Secretaria de Segurança Pública (SSP) chegou a montar uma força-tarefa para investigar o caso. Em dezembro de 2018, informou que o caso é de difícil elucidação e estava empregando diversas técnicas investigativas a fim de se identificar a autoria do homicídio.

Comentários do Facebook

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui